Guias e Colares

Dentro da prática da Umbanda temos diversos elementos de trabalho. Alguns elementos são dos Guias Espirituais, alguns são dos médiuns e alguns do terreiro, elementos coletivos ou utilizados exclusivamente por determinados médiuns que ocupam certos “cargos” na casa, independente de quem seja realmente o médium.

Quando falamos de Guias e Colares estamos tratando de um tipo de elemento de trabalho, este elemento pode ter várias utilidades e falaremos também sobre elas mais adiante.

As guias podem ser do médium e neste caso podem representar seu Grau dentro do terreiro que frequenta, sua função ou uma obrigação pelo qual tenha passado. Não vou dar nomes às guias em respeito à diversidade.

As guias podem ser de um guia espiritual, neste caso podem representar sua força, um mistério com o qual trabalha ou podem ainda ser elementos ativos de trabalho, usadas inclusive nas mãos dos guias durante o passe ou consulta.

As guias podem ser da casa, neste caso podem representar as forças da casa, indicando que o médium pertence àquela corrente, podem fazer vínculo daquele médium específico a uma função, como por exemplo pai e mãe pequenos, tronqueira, cambone, ogã e assim por diante.

As guias formam um círculo maleável e podem ser compostas por diversos tipos de materiais, desde que naturais podem ser lapidados, rolados ou brutos. Podem conter outros elementos e apetrechos, como cruzes, dentes, esporas, tridentes, fitas, pingentes, chupetas e outros, dependendo do seu dono e da sua função.

O principal que devemos saber é que são sagradas, não devem ser colocadas diretamente no chão, não devem ser emprestadas, não devemos deixa-las jogadas e nem deixar elas emboladas no pescoço. É ideal que sejam colocadas uma a uma, ou que sejam devidamente organizadas antes de colocar todas juntas no pescoço.

Toda guia tem uma firma, que é uma pedra maior dos que as demais ou algum objeto que simbolize um nó, este nó não é somente o nó onde amarramos a guia, ele também tem uma função muito especifica que é de quebrar o fluxo de energia contrário absorvido na guia durante os trabalhos. Sem esta firma existe grande chance de a guia arrebentar-se no primeiro pico de energia que o médium receber.

Veja o vídeo abaixo onde falo sobre as Guias e Colares.

 

Mais um vídeo sobre o tema:

 

 

 

Para mais conhecimento, conheça o PSUEAD, cursos gratuitos e pagos.

Grande abraço e Axé

Beto Angeli